Em Santo Ângelo se encerra ciclo de formatura de quase 2 mil policiais militares

Na tarde deste sábado (10/8), em Santo Ângelo, se encerrou um ciclo de 24 formaturas da Brigada Militar pelo Rio Grande do Sul. Desde o dia 26 de julho, se formaram 1.965 policiais militares que passam a reforçar a segurança pública no Estado.


Na praça em frente à Catedral Angelopolitana ocorreu a cerimônia com 58 novos soldados com a presença do governador Eduardo Leite, que pela manhã esteve na formatura da BM em Santa Rosa.



No discurso para os jovens policiais, o governador destacou a importância do trabalho da Brigada Militar na redução dos índices da criminalidade no Estado, como o número de homicídios, que caiu 22,7% no primeiro semestre em relação ao ano passado, e o número de latrocínios, que foi o menor da década no mesmo período.

"Temos números positivos, mas estamos fazendo um grande esforço para melhorar ainda mais e para que o Rio Grande do Sul possa viver em paz. A força de vocês se mostra não só nas ações em combate ao crime, mas também nos crimes que deixam de ocorrer pela força da farda e do preparo de vocês", observou.


Mesmo com frio intenso da tarde em Santo Ângelo, um público fiel – formado por familiares, amigos e população em geral – acompanhou atenciosamente a cerimônia em frente a um dos mais destacados pontos turísticos da região.


Ao final do evento, o comandante da BM, coronel Mario Ikeda, disse que, encerradas as formaturas, começa a estratégia de lotação do novo efetivo.

"Desde o início das formaturas, os novos soldados já estão trabalhando e ajudando nas suas regiões. A partir da próxima semana, começaremos a distribuição efetiva pelo Estado, dentro dos parâmetros estabelecidos para melhor atender a população, aumentar a sensação de segurança e diminuir ainda mais os indicadores de criminalidade", afirmou.


Como anunciado pelo governo do Estado antes mesmo da primeira formatura, realizada em Porto Alegre, o critério número 1 para lotação dos ingressantes da BM é que nenhuma cidade gaúcha tenha menos do que cinco PMs.


Formação e estágio


Para a formação como soldado, os concursados frequentaram mais de 1,6 mil horas-aula do curso superior de Tecnologia em Aplicação de Polícia Militar. Durante oito meses aprenderam sobre conhecimentos específicos da atividade de policial militar, como direito penal, sociologia da violência, uso da força e da arma de fogo, defesa pessoal, medicina legal e policiamento ostensivo, entre outros temas.


Na fase de conclusão do curso, fizeram um estágio supervisionado durante os últimos dois meses, atuando no policiamento das ruas de diferentes municípios.



Comunicação Social/EMBM

Foto: Itamar Aguiare/Palácio Piratini e Cine Vídeo Produtora

Texto: Thamíris Mondin

Edição: Marcelo Flach/Secom

Publicação: Soldado Janaína Zelinski/PM5


Visitantes:
Visitantes: 
Desenvolvido por Departamento de Informática da Brigada Militar© Copyright 2016, Todos os Direitos Reservados