Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Sobre o CRPO-C

A criação do Comando Regional de Polícia Ostensiva Central efetivou-se através do Decreto Executivo n° 23.245, de 13 de agosto de 1974. Na época denominava-se Comando de Policiamento de Área 2 (CPA/2) e estava ligado ao Comando de Policiamento do Interior (CPI) o qual tinha sede em Porto Alegre. O CPA subordinava-se, diretamente, ao Comandante Geral da Brigada Militar, coronel Aluízio Adrovando da Silva Fraga.

A instalação oficial do CPA/2 foi operacionalizada em 26 de outubro de 1974, tendo como primeiro comandante o coronel Esaú Alvorcem.

As unidades subordinadas à época da criação eram: o 1° Regimento de Polícia Montada, com sede em Santa Maria, comandado pelo tenente-coronel José Raymundo Baptista da Silva Cunha; o 2° Batalhão de Polícia Militar, com sede em Rio Pardo, comandado pelo tenente-coronel Derli da Silva e o 5° Regimento de Polícia Montada, com sede em Santiago, comandado pelo major Ertose Rico. Acompanhando as reestruturações da Brigada Militar, o Comando Regional teve as seguintes designações:

- Comando de Policiamento de Área 2 (CPA/2), de 13 de agosto de 1974 a 17 de agosto de 1997;

- Comando Regional de Polícia Ostensiva Central (CRPO/Central), de 18 de agosto de 1997 a 14 de maio de 2001;

- Comando Regional de Polícia Ostensiva da Região 01 (CRPO-1), de 15 de maio de 2001 a 30 de outubro de 2001;

- Comando Regional de Polícia Ostensiva Central (CRPO/Central), de 31 de outubro de 2001 até presente data, voltando a ter a designação anterior através da Portaria nº 122/EMBM/2001.

No início de sua história o Comando Regional contou com três unidades subordinadas, tendo sua responsabilidade territorial sofrido várias alterações. Também estiveram sob coordenação do Comando Regional: o 1° RPMon (Santa Maria); o 5° RPMon (Santiago); o 2º BPM (Rio Pardo); o 14° BPM (São Luiz Gonzaga); o 16º BPM (Cruz Alta); a 1° Cia Ind (Santo Ângelo) e a 4° Cia Ind (Santa Rosa).

Hoje, o CRPO-Central tem sob sua responsabilidade duas unidades operacionais, o 1º RPMon e o 5º RPMon. Os Regimentos têm responsabilidade territorial sobre vinte e nove (29) municípios, sendo eles: 1º RPMon: Santa Maria, Agudo, Dilermando de Aguiar, Dona Francisca, São João do Polêsine, São Martinho da Serra, São Pedro do Sul, São Sepé, Silveira Martins, Toropi, Faxinal do Soturno, Formigueiro, Ivorá, Itaara, Júlio de Castilhos, Nova Palma, Pinhal Grande, Quevedos e Restinga Seca. 5º RPMon: Santiago, São Francisco de Assis, Cacequi, Jaguari, São Vicente do Sul, Mata, Unistalda, Itacurubi, Nova Esperança do Sul e Capão do Cipó.

SEDES

A Unidade utilizou cinco sedes durante a sua existência.  A primeira foi quando funcionou nas dependências do 1° RPMon, ocupando três salas.

Em 17 de março de 1975 instalou-se na rua dos Andradas, nº 1000, esquina com a rua Barão do Triunfo, e posteriormente, mudou-se para o nº 2037, na mesma rua. Ambas as sedes eram prédios locados pelo Estado.

Em 04 de abril de 1987 transferiu-se para o prédio situado na rua Professor Braga, nº 336.

Em 22 de maio de 1995, passou a ocupar as antigas acomodações da Subsistência BM/SM, instalando-se no extinto Armazém Reembolsável 3 (AR/3) na rua Pinto Bandeira, nº 360, ao lado do 1° RPMon, no bairro Nossa Senhora das Dores.

Fachada do CRPOC
Comando Regional de Polícia Ostensiva Central - Foto: Raudrey Petry
Brigada Militar